Espaço de notícias da região centro

domingo, 14 de agosto de 2016

Feira de São Mateus bateu recorde absoluto de entradas em noite de AGIR

Feira de São Mateus bateu recorde absoluto
 de entradas em noite de AGIR

Mais de 55 mil visitantes foram contados. Recinto da Feira recebeu enchente histórica no Dia Internacional da Juventude


A Feira de São Mateus, em Viseu, registou ontem, sexta-feira, no Dia Internacional da Juventude, o seu novo recorde de entradas no certame: mais de 55 mil visitantes encheram o recinto e em especial a praça do Palco Banco BIC, recebendo AGIR em ambiente de apoteose.

O novo recorde de visitantes é superior ao marco de 2015 (de 52 mil entradas) e constitui o registo mais relevante de público desde que há contagem mecânica e controlada na Feira de São Mateus (introduzida em 2014).

O dia foi de entrada gratuita e o concerto de AGIR oferecido pelo Município de Viseu, no âmbito das comemorações do Dia Internacional da Juventude.

Para o Presidente da Câmara Municipal de Viseu, Almeida Henriques, “a grande adesão de público à Feira de São Mateus é a sua melhor prova de vida e um grande tónico para a ambição de alcançar 1 milhão de visitantes em 2016. Viseu e a Feira são novamente um grande destino de descoberta e reencontro.”

Segundo João Cotta, Presidente da VISEU MARCA, entidade organizadora, “este recorde é um prémio feliz à estratégia e à reorganização do evento e um contributo para a afirmação da marca Viseu”.

A grande afluência de públicos quase fez rebentar pelas costuras os 50 mil metros quadrados do recinto e constituiu, para a Organização, um desafio superado na gestão de visitantes e em todo o dispositivo de segurança e proteção civil.

Deste sábado a segunda-feira, 13 a 15 de agosto, tem lugar o grande “Fim-de-semana do Emigrante” na Feira. A organização, a cargo da VISEU MARCA, espera nova enchente de público nestes dias, com especial presença da comunidade na diáspora.

A Organização da Feira aconselha a compra antecipada de bilhetes para evitar as filas nos dias dos concertos. Nestes dias marcam a programação cultural do certame o concerto de Mariza, hoje, sábado; o Festival Internacional de Folclore, domingo; e o concerto de David Carreira, segunda-feira, feriado.

Os bilhetes para o concerto de Mariza e de David Carreira podem ser adquiridos no site de evento, emwww.feirasaomateus.pt, nos quiosques de venda automática situados na própria Feira e no Forum Viseu, no site da Blueticket e nos restantes locais habituais.

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Feira de São Mateus espera enchente para o “Fim-de-Semana do Emigrante”

Feira de São Mateus espera enchente 
para o “Fim-de-Semana do Emigrante”
Concertos de Mariza e de David Carreira e Festival Internacional do Folclore marcam a programação


A Feira de São Mateus, em Viseu, promove de sábado a segunda-feira, 13 a 15 de agosto, o grande “Fim-de-semana do Emigrante”. A organização, a cargo da VISEU MARCA, espera uma enchente de público nestes dias, com especial presença da comunidade na diáspora.

Nestes dias marcam a programação cultural do certame o concerto de Mariza, amanhã, sábado; o Festival Internacional de Folclore, domingo; e o concerto de David Carreira, segunda-feira, feriado.

Nas palavras de Almeida Henriques, Presidente da Câmara Municipal de Viseu, “a Feira de São Mateus está de braços abertos para receber a comunidade na diáspora e é este fim-de-semana o epicentro das tradições e da cultura portuguesas, do fado ao folclore e à música popular”.

O Correio da Manhã, parceiro de media principal da Feira, tem também programadas diversas iniciativas neste fim-de-semana para acolher os visitantes.

O pontapé de saída deste fim-de-semana é dado no sábado, dia 13, com o concerto de Mariza, numa das atuações mais aguardadas do evento. A fadista sobe ao Palco Banco BIC pelas 22 horas, com o estatuto de recordista de pré-venda da Feira de São Mateus deste ano.

Já no domingo, dia 14, o Festival Internacional de Folclore leva os cantares, as danças e os trajes tradicionais de vários pontos do globo e do país à Feira Franca mais antiga viva da Península Ibérica. O Festival acontece pelas 21h30 e será de entrada gratuita. No festival estão representados grupos de folclore de Portugal, Itália, Roménia, Colômbia e Taiwan.

Na segunda-feira, dia 15, o senhor do Palco será David Carreira. O artista sobe ao Palco Banco BIC pelas 22 horas, e deverá seduzir o público com um concerto recheado de êxitos como “In Love” e “Primeira Dama”.

Os bilhetes para o concerto de Mariza e de David Carreira podem ser adquiridos no site de evento, emwww.feirasaomateus.pt, nos quiosques de venda automática situados na própria Feira e no Forum Viseu, no site da Blueticket e nos restantes locais habituais.

A Organização da Feira aconselha a compra antecipada de bilhetes para evitar as filas nos dias dos concertos.

Exposição “Descobrir a Arte” no Museu Municipal de Oliveira de Frades





Encontra-se patente no Museu Municipal a exposição “Descobrir a Arte” da autoria dos alunos do 3º ciclo do Agrupamento de Escolas de Oliveira de Frades.


Esta exposição resulta da realização de diversos trabalhos desenvolvidos na disciplina de Educação Visual, durante o ano letivo 2015/2016, demonstrando, assim, o talento e a criatividade destes jovens.

Esta exposição, pela sua valia, merecerá, certamente, a sua visita e estará patente até ao próximo dia 31 de agosto.



quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Visitas encenadas “Viseu Misteriosa” estreiam dia 11 de Agostp


Roteiro noturno narra estórias, lendas e mitos escondidos da cidade. Iniciativa decorre todas as quintas-feiras, durante a Feira de São Mateus


Estreiam dia

11 de agosto, pelas 23 horas, as visitas guiadas e encenadas “Viseu Misteriosa”. A iniciativa pretende “contar” Viseu a partir de um “lado B”, contando estórias, lendas e mitos da cidade antiga.
O percurso terá início junto à Porta de São Francisco (perto da Escola Emídio Navarro), percorrendo depois ruas e recantos do Centro Histórico de Viseu.

A iniciativa, ideia original da Viseu Marca, entidade organizadora da Feira de São Mateus, conta com o apoio do Município de Viseu e tem como objetivo principal a oferta de uma nova experiência de turismo cultural em Viseu.
O roteiro alternativo e inédito pelo “dark side” da cidade será teatralizado por três atores. Uma experiência com guião da Neverending, empresa viseense de turismo temático, e encenada pela Zunzum Associação Cultural.
As visitas terão lugar todas as noites de quinta-feira, durante a Feira de São Mateus – dias 11, 18 e 25 de agosto e 1 e 8 de setembro -, com uma duração máxima de 2 horas. Todas as visitas terão início pelas 23 horas, junto à Porta de São Francisco.

Os bilhetes têm um custo de 5 euros por pessoa e estão à venda no site da Feira de São Mateus, em www.feirasaomateus.pt, e nos quiosques de venda automática situados no Fórum Viseu e no recinto da Feira.

Programa e todas as informações atualizadas no site www.feirasaomateus, e redes sociais da Feira.


segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Feira de São Mateus seduz 60.594 nos primeiros dois dias


Público cresce 8 por cento face a 2015. 



Organização destaca “impacto muito positivo das novas arquiteturas e experiências da Feira”



A Feira de São Mateus, em Viseu, arrancou com o pé direito a sua edição número 624. Nos primeiros dois dias (sexta-feira e sábado, 5 e 6 de Agosto), o certame registou 60.594 entradas.

Face à edição do ano passado, este número traduz um crescimento de 8% na afluência de público, confirmando o slogan do evento: “É de feirar por mais!”

O dia de inauguração (de entrada gratuita) registou 45.111 visitantes, “um número histórico e promissor”, nas palavras do Presidente da Câmara Municipal de Viseu, Almeida Henriques. O número representa um aumento de 8000 visitantes face à abertura da edição de 2015 e um dos melhores registos no ranking de entradas do evento.

A noite foi marcada pela ligação da iluminação histórica decorativa da Feira e pela estreia da produção de teatro de rua “Viver Viriato”, sincronizada com o espetáculo de fogo de artifício e a atuação de Moullinex (imagens em anexo).

“A Feira de São Mateus está a reencontrar a sua história e o seu futuro. Reconciliou-se com o seu público e está a seduzir novos visitantes e turistas”, destaca Almeida Henriques. “É já a feira popular histórica líder em Portugal e faz justiça ao seu estatuto de feira franca viva mais antiga da Península Ibérica”, refere.

A Organização, pela primeira vez a cargo da Viseu Marca, sublinha o impacto muito positivo das novas experiências e arquiteturas da Feira.

Neste contexto ganham expressão os novos pórticos de luz (inspirados em arquiteturas dos anos 40, 50 e 60), o espetáculo “Viver Viriato” com a marioneta-gigante que encarna o chefe dos lusitanos, os voos livres e cativos de Balão de Ar Quente, o “Passeio Grão Vasco” (com um jardim-galeria dedicado às obras do pintor Vasco Fernandes), a nova Praça de Viriato (dedicada esta semana ao artesanato), a nova rua da Doçaria, a instalação da Fábrica das Enguias da Comur no histórico Museu da Eletricidade ou o regresso 20 anos depois dos furinhos da Regina.

“A Feira reforça hoje a atratividade histórica e moderna de Viseu”, refere o Presidente da Viseu Marca, João Cotta. “A Feira de São Mateus é um baú reaberto de grandes memórias e de novas surpresas que promovem cultural e economicamente a região. Estamos certos que conquistaremos muitos visitantes e turistas.”

Hoje, domingo, 7 de agosto, a programação é marcada por mais um “andamento” da produção “Viver Viriato”, na Cava de Viriato, protagonizado pela máquina de cena gigante produzida pelo Trigo Limpo Teatro ACERT, com a companhia do Teatro Regional da Serra de Montemuro, às 21H30. Logo de seguida, às 22H30, atuam no Palco Banco BIC, os The Gift.

A Organização reforçou a capacidade das bilheteiras instaladas nas Portas de São Mateus e de Viriato, com quiosques de venda automática e venda rápida com cartão Multibanco.

Os bilhetes para a Feira de São Mateus podem ainda ser comprados no quiosque instalado no Fórum Viseu, no site da Feira (www.feirasaomateus.pt) e na rede de lojas associadas da Blueticket.

Programa e todas as informações atualizadas no site www.feirasaomateus, e redes sociais da Feira.

sábado, 6 de agosto de 2016

FESTA SAMPEDRENSES PELO MUNDO

Vai se realizar em São Pedro do Sul um convívio entre a comunidade sampedrense emigrante e migrante e cultive a sua ligação a S. Pedro do Sul! A organização está a cargo da Câmara municipa. Fica aqui o cartaz.

Câmara de Viseu aprova operação integral de recolha de lixos e reforça sistema de limpeza urbana


Decisão aprovada por unanimidade. “Investimento é a opção mais sustentável, racional e eficiente”, nas palavras de Almeida Henriques

A Câmara Municipal de Viseu aprovou hoje, na sua reunião de Câmara, por unanimidade, a entrega da totalidade da operação de recolha e transporte de lixos (resíduos sólidos urbanos) à Associação de Municípios da Região do Planalto Beirão até 2 de Abril de 2012.
A operação corresponde a uma extensão do atual contrato existente e inclui ainda o fornecimento e manutenção integral dos contentores públicos de depósito de lixos. O valor anual da extensão do contrato ascende a 671 mil euros, acrescido de IVA.
O valor estimado de produção anual de resíduos na área de recolha até agora efetuada diretamente pelos serviços municipais é de 18.375 toneladas.
Com esta decisão, a Câmara aliena a operação direta de recolha de lixos no concelho e uma frota de viaturas e equipamentos obsoleta, evitando um avultado investimento de curto prazo e realocando simultaneamente recursos humanos e técnicos ao reforço da limpeza urbana.
Para o Presidente da Câmara Municipal de Viseu, Almeida Henriques, “esta opção é a mais sustentável, racional e eficiente numa lógica local e a mais solidária numa lógica regional”.
Atualmente as viaturas municipais de recolha de lixos têm entre 16 e 32 anos, revelando significativas necessidades de reparação e substituição. Só no primeiro semestre de 2016 o Município viu-se obrigado a realizar 110 reparações, com as consequentes dificuldades em manter o normal funcionamento da recolha dos resíduos. Os custos inerentes a esta manutenção estão também a intensificar-se face a 2015 e o investimento de substituição no curto prazo é classificado como “incomportável”.
Almeida Henriques explica que “os munícipes saem mais defendidos com esta decisão, uma vez que a modernização do sistema será mais rápida e eficiente. O orçamento municipal e a política de recursos humanos saem também a ganhar, neste horizonte temporal.”
“‘A Melhor Cidade para Viver quer continuar a melhorar o já elevado padrão de limpeza urbana e sustentabilidade económica”, defende Almeida Henriques. “É um ganho em três dimensões: economizamos custos, modernizamos o sistema, reforçamos a limpeza urbana”, sintetizou.
Na reunião de Câmara, foi também aprovado o contrato de comodato a celebrar entre o Município e a EDP para a cedência do Museu da Eletricidade, situado no Campo de Viriato. Esta cedência visa a valorização e dinamização daquele que é o principal património histórico do Campo da Feira de São Mateus, e especialmente no âmbito da realização do certame.