Espaço de notícias da região centro

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Vouzela celebra 25 anos de encontros de Cantares de Janeiras com edição de livro e CD


O Município de Vouzela vai promover, no dia 14 de janeiro, sábado, o 25º Encontro Concelhio de Cantares de Janeiras.

Para assinalar a data, para além do tradicional encontro de cantares, a autarquia irá lançar uma publicação, constituída por livro e CD, que reúne e celebra os encontros de Cantares de Janeiras e Reis que aconteceram ininterruptamente, no concelho, desde 1993.

Aqui Vimos Nobre Gente” é o título do livro que percorre a tradição das janeiras no concelho de Vouzela, acompanhado por um CD com 56 Cantos de 18 grupos do concelho.

“É um desígnio com décadas, como demonstra este projeto que envolveu vários executivos municipais. Desde 1993 que organizamos ininterruptamente 25 encontros de cantadores de Janeiras, com o prestimoso apoio das paróquias, associações e grupos locais de todas as freguesias do concelho”, refere Rui Ladeira, Presidente da Câmara Municipal de Vouzela.

Para além de perpetuar e enaltecer a identidade e o património do concelho, a publicação demonstra também o  reconhecimento da autarquia “a todos quantos, ao longo destes 25 anos, contribuíram e contribuem para a manutenção da imensa riqueza cultural do concelho de Vouzela”, sublinha Rui Ladeira.

O evento vai realizar-se em Vouzela, na Igreja da Misericórdia, pelas 19h e conta com o apoio da Santa Casa da Misericórdia de Vouzela e da Binaural Nodar.



Viseu é a 1ª “Cidade Nacional Convidada” da BTL, em 2017


Nova categoria surge no âmbito do “Ano Oficial para Visitar Viseu” e propõe renovação da feira de turismo

Município de Viseu, Turismo do Centro, Fundação AIP e Comissão Organizadora da BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa anunciaram esta terça-feira que Viseu será a primeira “Cidade Nacional Convidada” da BTL, já na edição de 2017, que se realiza entre 15 e 19 de Março.

A nova categoria surge no contexto da declaração de 2017 como “Ano Oficial para Visitar Viseu”, promovida pela autarquia, e da política de inovação daquela que é a mais importante feira internacional de turismo do país: a BTL.

A revelação teve lugar em Lisboa, num encontro organizado para jornalistas e parceiros institucionais.

As instituições promotoras elegem “o aumento da notoriedade e da reputação de Viseu no mercado interno” e a “valorização do papel das cidades no turismo” como os principais objetivos da iniciativa.

Segundo Presidente da Câmara Municipal de Viseu, Almeida Henriques, “este novo estatuto é um empurrão na promoção de Viseu enquanto destino, no ano que deverá registar os melhores indicadores turísticos da década, consolidando a recuperação dos anos da crise do turismo nacional”.

Almeida Henriques defendeu ainda que “o ‘boom’ turístico em Portugal reclama iniciativas como esta e a afirmação de destinos complementares”. “Cidades médias, como Viseu, podem constituir alternativas de excelência às grandes cidades e às regiões turísticas tradicionais”, concluiu.

Já o Presidente da Entidade Regional do Turismo do Centro, Pedro Machado, defendeu que “a atribuição a Viseu do estatuto de ‘Cidade Nacional Convidada da BTL 2017’, na sua primeira edição, premeia o excelente trabalho desenvolvido pelo Município, honra a Região Centro de Portugal, estimula empresas e operadores e constitui um enorme incentivo para a captação de novos investimentos para a atividade turística.”

“No ano em que Viseu declara 2017 como um tempo ‘obrigatório’ para ‘visitar e viver a cidade’, esta oportunidade demonstra o seu caráter nacional e a sua vocação para participar e receber grandes eventos, reforça a sua capitalidade e contribui para o aumento da notoriedade e atratividade da Região Centro de Portugal”, assinala o responsável máximo da Turismo do Centro.

Para a Fundação AIP e a Comissão Organizadora da BTL, este novo estatuto da BTL é uma consequência da dinâmica “do maior evento de turismo em Portugal”. “Nesta 29ª edição e tendo em conta o interesse cada vez maior do grande público, a BTL lança esta nova categoria nos destinos convidados, localizando uma cidade e o papel das entidades regionais e das autarquias. As cidades têm características únicas e são, grande parte das vezes, um ponto de chegada para os turistas, nacionais e estrangeiros. As nossas cidades, são cada vez mais, bilhetes-postais do nosso País, cada uma com a sua cultura própria”, destacam.

A organização da feira entende ainda que “este ano será Viseu a primeira Cidade Nacional Convidada da BTL, congratulando-nos com o trabalho desenvolvido entre o Município de Viseu e a Entidade Regional de Turismo do Centro, que tem vindo a revalorizar esta cidade enquanto destino, desenvolvendo os aspectos económicos, culturais e turísticos, através da iniciativa ‘2017, Ano Oficial para Visitar Viseu’.”

Pode saber mais sobre a BTL 2017 em www.btl.fil.pt e sobre Viseu em www.visitviseu.pt  

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

CANTAR AS JANEIRAS

É já no próximo dia 21 de janeiro, às 21h00, o evento “Cantar as Janeiras” no Pavilhão Desportivo Municipal de Oliveira de Frades.
Este Encontro Intercultura conta com as seguintes atuações:


- Grupo de Cantares do “FicActivo”

 - Associação Cultural e Recreativa de Jovens de Vilarinho

- Grupo de Cantares, Cavaquinhos & Violas de Pinheiro de Lafões

- Grupo Vozes D´Aldeia da Associação Académica de Santa Cruz

- Escola de Música do Carregal - Banda Marcial Ribeiradiense

- Grupo de Cantares de Janeiras da Casa do Povo de Alcofra

- Grupo de Cavaquinhos da Casa do Povo de Alcofra

- Grupo de Cantares e Cavaquinhos de Campia

- Rancho Recordações de Campia

- Grupo de Cantares das Janeiras da Associação “Os Amigos de Levides”

 - Grupo de Cantares da APAVE de Paredes Velhas

- Banda de Paços de Vilharigues

- Grupo de Cantares de Adside - Grupo ARS Nova

- Grupo de Cantares de Manhouce e Rancho da Casa do Povo de Manhouce

- Grupo de Cantares de São Cristóvão de Lafões

- Rancho da Tileira Sta. Cruz da Trapa - Grupo Tradicional de Valadares

- Concertinas de Lafões

Município de Viseu apresenta programa de requalificação de bairros 2017-2018


A Câmara Municipal de Viseu apresentou amanhã no dia 19 de Janeiro, pelas 14H30, o programa de requalificação de bairros residenciais para 2017 e 2018.

A apresentação teve lugar na sede do Centro de Desporto, Cultura e Recreio do Pessoal dos CTT, na Quinta de São José, Viseu (avenida Madre Rita de Jesus, Lote I, R/C), contando com a presença do Presidente da Câmara, Almeida Henriques, do Vereador com o pelouro do urbanismo e freguesias, João Paulo Gouveia, e dos presidentes das Juntas de Freguesia abrangidas.

O programa em causa tem o objetivo de melhorar a qualidade de vida, segurança e atratividade em cerca de uma dezena de bairros residenciais, reunindo intervenções em fase de lançamento e outras que serão concretizadas nos anos de 2017 e 2018.

As obras que integram este programa respondem a diferentes necessidades, seja de nova infraestruturação de águas, esgotos, eletricidade e iluminação pública, de arborização e ajardinamento, de construção de passeios e organização de estacionamento, ou de construção e requalificação de alguns equipamentos de apoio aos bairros.

“Este programa dará uma nova vida e novo alento a alguns dos bairros mais históricos e socialmente relevantes das freguesias urbanas de Viseu”, destaca o Presidente da Câmara, Almeida Henriques. 

domingo, 15 de janeiro de 2017

Requalificação da Avenida dos Descobrimentos, Rua 7 de Outubro e Rua Dr. José Bento Rocha e Melo já em curso





        Iniciou-se, durante o ano de 2016, a requalificação da Avenida dos
Descobrimentos, Rua 7 de Outubro e Rua Dr. José Bento Rocha e Melo, obra esta
comparticipada pelo Programa Operacional Regional - Centro 2020, através do Fundo
Europeu para o Desenvolvimento Regional (FEDER), integrado no eixo prioritário 7

que consiste em afirmar a sustentabilidade dos territórios - Conservar.

             A candidatura deste projeto enquadra-se no âmbito do PARU (Plano de Ação de
Regeneração Urbana) e direciona o financiamento para a revitalização dos centros
urbanos das vilas e cidades.

      Esta intervenção, a realizar em três dos mais importantes eixos do centro da vila de
Oliveira de Frades, dá continuidade à intervenção já realizada no bairro da Devesa, na
rua Dr. Lino dos Santos e rotunda Eng. Falcão e Cunha, tendo um papel importante para
a vivência urbana do centro histórico, e um estatuto de qualificação e unificação das
diversas intervenções já realizadas e a realizar pela centralidade e pela articulação de
funções existentes e equipamentos de apoio à população.

     De realçar que o valor global da obra é de 128 361,79 €, sendo cofinanciada em 85%.  A duração da realização da obra é de cerca de oito meses, tendo sido assinado o auto de
consignação a 28 de novembro de 2016

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Rodrigo Leão & Scott Matthew abrem “Ano Oficial para Visitar Viseu”, na Sé, a 20 de Janeiro


O Concerto de Abertura do “Ano Oficial para Visitar Viseu”, protagonizado por Rodrigo Leão & Scott Matthew, acontece já a 20 de Janeiro, sexta-feira, num dos mais emblemáticos monumentos da cidade de Viriato, a Sé de Viseu.

O espetáculo terá início às 22 horas, com entrada livre. A abertura de portas da Sé ao público será pelas 21H30. A organização espera uma “noite especialmente mágica”.

Os artistas apresentarão o seu mais recente álbum, “Life is Long”, incluído no Top 10 dos Melhores Álbuns Nacionais de 2016 da Blitz. http://blitz.sapo.pt/listas/2016-12-17-Melhores-Albuns-Nacionais-de-2016-veja-aqui-as-escolhas-da-BLITZ-do-10-ao-2-lugar  

A iniciativa “2017, Ano Oficial para Visitar Viseu” – promovida pelo Município com o apoio executivo da Viseu Marca e institucional do Turismo do Centro – quer dar “um empurrão positivo” no reconhecimento e na reputação de Viseu enquanto destino turístico e de visita. Pelo menos duas dezenas de medidas internas e externas serão postas em curso ao longo do ano 2017.

A campanha parte da valorização de uma atitude coletiva de hospitalidade e deseja suscitar um forte apelo de redescoberta de uma das mais históricas e culturais cidades do país no “turismo interno”.

Da campanha fará parte um conjunto de ações de envolvimento comunitário, a renovação e upgrade da agenda de eventos e uma promoção nacional e ibérica, segmentada por diversas cidades-alvo.

O Município de Viseu agradece ao Cabido da Sé a gentil disponibilização do espaço.

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Educação em Viseu tem orçamento de 7 milhões de euros em 2017


Obra de requalificação da Escola Grão Vasco foi adjudicada com investimento de 1,2 milhões de euros. Nome do ex-Presidente Mário Soares dará nome a artéria na cidade

A Câmara Municipal de Viseu aprovou esta quinta-feira, 12 de Janeiro, a adjudicação da obra de requalificação da Escola Básica 2,3 Grão Vasco, com um valor de 1,2 milhões de euros, que será comparticipado pelos fundos comunitários do Portugal 2020.

O Presidente da Câmara, Almeida Henriques, sublinhou na ocasião “a elevada importância social e patrimonial deste investimento, aguardado há muitos anos”, assim como a celeridade do desenvolvimento do projeto e do concurso de obra.

“Fomos diligentes, não nos embaraçámos e damos uma resposta social a 1244 alunos, às suas famílias e a várias dezenas de profissionais. Damos em 2017 um passo fundamental na revitalização desta escola histórica da cidade”, sublinhou. O contrato seguirá agora para visto do Tribunal de Contas.

A execução da obra de requalificação será transversal a todo o equipamento (espaços exteriores e interiores) e faseada de modo a minimizar o seu impacto no funcionamento escolar. As obras visam ainda conferir um elevado padrão de eficiência energética e acessibilidade para alunos com mobilidade reduzida.

Também na reunião de Câmara foram aprovados o conjunto de 30 projetos e parcerias do programa municipal “Viseu Educa” para 2017. Face ao ano anterior, são mais cinco os projetos desenvolvidos e quatro outros reforçam a sua dimensão e abrangência.

No total, o Município investirá mais de 165 mil euros em projetos educativos em vertentes artísticas, desportivas, linguísticas e de inclusão social, para além da aposta reforçada na componente de salas de estudo.

Face a 2016, os projetos educativos complementares do “Viseu Educa” crescem mais de 60 por cento em termos financeiros. No domínio da formação artística são abrangidos 3912 alunos e em salas de estudo 1112 alunos.

Em termos globais, em 2017, o orçamento municipal em Educação no concelho será de 7 milhões de euros, considerando-se aqui os investimentos previstos nas escolas Grão Vasco e Viriato.

“A educação representa hoje uma parte de leão na política municipal”, explicou o Presidente da Câmara. “Esta é uma aposta na qualidade do ensino, no combate ao insucesso escolar e à exclusão e na diversificação das qualificações das nossas crianças e jovens”, sublinhou Almeida Henriques, acreditando que “este investimento são sementes para um futuro melhor”.

Neste âmbito, 1,2 milhões de euros são destinados a financiar refeições de crianças e um milhão de euros o sistema de transportes escolares. 100 mil euros são dedicados a programas alimentares complementares e outro tanto é vocacionado a ação social escolar.

No 1º ciclo do Ensino Básico e Pré-Escolar, o concelho de Viseu integra 5248 crianças. Considerando todos os níveis de ensino (excluindo o superior), são mais de 15 mil crianças e jovens.

Na reunião de Câmara foram também aprovados votos de pesar pelos falecimentos do ex-Presidente da República Mário Soares, do fadista Avantino Sousa e do professor José Moreira.
Por proposta do Presidente da Câmara, foi ainda deliberado vir a atribuir o nome de Mário Soares na toponímia da cidade. Para Almeida Henriques, “a sua relevância histórica no Portugal moderno e democrático justifica plenamente esta homenagem e memória”.