Espaço de notícias da região centro

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Delegação Regional do Centro da Saúde em Português organiza espetáculo solidário

Dia 9 de junho, às 21h, a Aula Magna do Instituto Politécnico de Viseu vai receber o “Saúde com conC|Serto”. Este é o primeiro espetáculo solidário da Delegação Regional do Centro da Saúde em Português. 

Nesta noite, vamos poder assistir às atuações dos Fingertips, Coro Mozart e da fadista Sónia Lisboa. 

A Delegação Regional do Centro da Saúde em Português vai ainda mostrar os seus projetos e fazer um balanço deste primeiro ano e meio de atuação em Viseu. O total de receitas da bilheteira reverte a favor da Associação. 


Todos os artistas presentes juntaram-se a esta causa de forma 100% solidária. Refere-se ainda que na Delegação Regional do Centro da Saúde em Português nenhum recurso humano é remunerado, sendo todos os recursos financeiros canalizados para os nossos projetos. 

Bilhetes à venda no Quiosque do Rossio, Casa da Ribeira, Santa Casa da Misericórdia de Viseu e através da página de Facebook www.facebook.com/saudeemportugues.centro. Sobre a Delegação Regional do Centro da Saúde em Português Após 20 anos vida, a Saúde em Português inaugurou a sua primeira Delegação - a Delegação Regional do Centro, em Viseu. 


Com poucos meses de existência, foi com imenso orgulho que vimos o nosso primeiro projeto Saúde na Esquina (cuidados de saúde a prostitutas), ser selecionado e financiado pela Sic Esperança e pelo Lidl Portugal, através do projeto "Mais para Todos", e o Saúde sem Teto (cuidados de saúde a sem abrigo) ser financiado pelo programa “Apoio ao Associativismo” pela Junta de Freguesia de Viseu. Participámos ainda em diversas conferências, workshops e fizemos rastreios gratuitos. 

No próximo mês de junho, chega ao terreno o Saúde na Prisão. Um projeto que resulta de uma parceria com o Estabelecimento Prisional de Viseu, apoiado pela Junta de Freguesia de Viseu. 

Prémio “A. de Almeida Fernandes

Prémio “A. de Almeida Fernandes” 
apresentado segunda-feira em Viseu
Prémio visa reconhecer e incentivar estudos de investigação em História Medieval Portuguesa. Candidaturas decorrem até 30 de junho

A Câmara Municipal de Viseu apresenta esta segunda-feira, 29 de Maio, pelas 11 horas, o Prémio A. de Almeida Fernandes, dirigido a autores de investigação no âmbito da História Medieval Portuguesa.
Marcam presença nesta apresentação o Presidente da Câmara Municipal de Viseu, Almeida Henriques, a vereadora Odete Paiva e a filha do historiador, Flávia Fernandes.
As candidaturas ao prémio decorrem até 30 de junho, sendo elegíveis obras originais e não publicadas.
O concurso é aberto a todas as nacionalidades.  O vencedor habilita-se a um prémio monetário no valor de 2500 euros.
Esta distinção anual foi criada em homenagem a Armando de Almeida Fernandes (1917-2002), investigador e autor de uma notável obra histórica, cujo legado e contributos permitiram compreender a história e identidade de vários municípios do país. Atualmente, a sua promoção está a cargo dos Municípios de Viseu e Ponte de Lima, este último que atribuiu o prémio em 2016.
A Comissão Executiva é este ano assegurada pela Biblioteca Municipal Dom Miguel da Silva.

terça-feira, 23 de maio de 2017

Museu Municipal recebe visita das crianças do Jardim de Infância da Misericórdia Nossa Senhora dos Milagres

No dia 18 de maio, no âmbito do Dia Internacional dos Museus, sob o tema: “Museus e Histórias controversas: Dizer o indizível em Museus”, o Museu Municipal recebeu a visita de um grupo de crianças, dos 3 aos 6 anos, do Jardim de Infância da Misericórdia de Nossa Senhora dos Milagres. 



Esta iniciativa teve como objetivos dar a conhecer o espaço museológico a este público específico, sendo para muitas crianças o primeiro contacto com o museu, e despertar o interesse pelo conhecimento e aprendizagem das nossas origens e culturas ancestrais. 



A visita centrou-se nos diferentes espaços temáticos: “Espaço Arqueológico”, “Espaço Rural”, “Um Município em construção” e “Artes e Ofícios”, tendo sido guiada por uma Técnica Municipal que teve um especial cuidado na linguagem utilizada de maneira a que fosse percetível ao público infantil. 

Arte pública no mundo rural

Arte pública no mundo rural é aposta ganha no 3º Festival de Street Art de Viseu
São já 26 as “telas a céu aberto” em Viseu, a que se junta a primeira “instalação” na Quinta de Reis. Rodrigo Leão e Scott Matthew juntaram 4 mil pessoas no adro da Sé

No “Ano Oficial para Visitar Viseu”, o “Tons da Primavera” reforçou o seu potencial na agenda turística da cidade vinhateira. O primeiro evento enoturístico do ano, que harmoniza o street art, os néctares do Dão e um cartaz musical pop e disco, garantiu a presença de milhares de visitantes ao longo dos últimos quatro dias, entre 18 e 21 de maio.
Nesta nova edição, quatro coletivos e seis artistas responderam ao desafio do Município de Viseu e da VISEU MARCA e levaram a arte pública ao espaço rural e escolar, tendo por referências as marcas de Viseu enquanto cidade-jardim e cidade vinhateira.
“Uma aposta ganhadora”, nas palavras do Presidente da Câmara Municipal de Viseu, Almeida Henriques. “Viseu ganha novas 10 paisagens artísticas originais que conferem maior atratividade e identidade aos seus lugares”, sublinha. “É já um roteiro identitário e com expressão”.
Com manifestação que vão do graffiti à pintura clássica, da ilustração à instalação, cinco quintas do Dão (Falorca, Chão de São Francisco, Turquide, Pedra Cancela e Reis), quatro escolas básicas (São João de Lourosa, Loureiro de Silgueiros, Ribeira e Balsa) e a APPACDM de Viseu conquistaram novos tópicos de reconhecimento e visitação.
Foram criadores nomes tão reconhecidos como o Coletivo RUA, Tamara Alves, Pichi & Avo, ADD Fuel, Jorge Abade, Break One e Pedro Podre, a que se juntaram os viseenses Tiago Lopes, Luís Belo e Ana Seia de Matos e o coletivo Ergo Bandits. 
Também a arte relacional do Atelier Ser conquistou centenas de crianças das escolas básicas cujas fachadas foram intervencionadas durante o festival, com oficinas de serigrafia, levando à comunidade escolar o respetivo processo criativo. 
O roteiro da arte urbana em Viseu conta agora com 26 “telas a céu aberto” e uma instalação artística (na Quinta de Reis, da autoria de Tiago Lopes), que convidam os visitantes a um vaivém de experiências entre a cidade e o campo.
“O street art é já uma marca indissociável de Viseu, com lugar cativo nas opções turísticas de quem nos visita”, destaca o Presidente da Câmara.
Segundo o curador artístico festival, DRAW, “o Tons da Primavera é uma referência no mapa nacional do street art. Este ano soubemos inovar e diferenciar ainda mais o festival.”
A programação do “Tons da Primavera” trouxe ainda ao Centro Histórico da cidade um concerto de Rodrigo Leão e Scott Matthew, na noite de sábado, que viram encher o Adro da Sé com mais de 4000 pessoas. Também a banda Fingertips, a artista Rita Redshoes e o “Embaixador” de Viseu Moullinex atuaram na Fonte das 3 Bicas, com “casa” cheia.
Durante quatro dias, o Mercado 2 de Maio encheu-se de viseenses e visitantes, que desfrutaram de um mix de experiências: provas de vinhos e sabores do Dão, música ao vivo, showcookings, oficinas, street food e visitas guiadas ao roteiro de street art.
A VISEU MARCA, responsável pela produção executiva do evento, destaca “a crescente dinâmica turística que a agenda de eventos vinhateiros garante à cidade-região, bem como a exposição pública de Viseu enquanto destino turístico urbano, trendy e criativo”. “Um evento que impulsiona e destaca os talentos, embaixadores e empreendedores da cidade e da região”, conclui a associação de city marketing.
O “Tons da Primavera” é uma iniciativa promovida pelo Município de Viseu, com produção executiva da VISEU MARCA e a parceria da Comissão Vitivinícola Regional do Dão (CVR do Dão). São ainda parceiros do evento a Auto Sertório e a GALP.

terça-feira, 16 de maio de 2017

Mobilidade urbana vai a debate em Viseu


Workshop integra “Smart Cities Tour 2017” 
e realiza-se no Solar do Vinho do Dão

A “Smart Cities Tour 2017” chega a Viseu esta quarta-feira, 17 de maio, para debater a temática da “Mobilidade” nas cidades. O workshop terá lugar no Solar do Vinho do Dão, a partir das 9H30.
A iniciativa é promovida pela Secção “Cidades Inteligentes” da Associação Nacional de Municípios Portugueses, em parceria com a NOVA Information Management School, no âmbito do projeto “NOVA Cidade”, e conta ainda com o apoio da PT. 
O Presidente da Câmara Municipal de Viseu e da Secção “Cidades Inteligentes”, Almeida Henriques, preside à sessão de abertura.
Este é o quinto e último workshop da tour, lançada no início do ano, que visa analisar e debater o estado das cidades inteligentes do país e os seus desafios futuros, através da partilha de experiências, conhecimentos e projetos concretos nas mais variadas áreas, entre elas a governação, energia, sociedade e qualidade de vida, mobilidade, economia e inovação.
Participam deste workshop responsáveis e especialistas como Isabel Damasceno (CCDR do Centro), Miguel de Castro Neto (NOVA Information Management School), Alexandre Fonseca (PT), Eduardo Feio (Instituto da Mobilidade e dos Transportes), António Pires dos Santos (IBM), Teresa Ponce de Leão (Associação Portuguesa do Veículo Elétrico), Vladimiro Feliz (CEiiA) e Paulo Rodrigues (Abimota/Órbita Miralago).
As comunicações e o debates serão centrados em temas como as políticas e a gestão de estacionamento, tráfego e frotas, da promoção do uso da bicicleta, dos veículos eco eficientes e os sistemas de mobilidade integrada. O Município de Viseu apresentará o seu novo modelo de mobilidade urbana concelhia – o MUV, numa comunicação do Vereador João Paulo Gouveia.
O workshop terminará com uma sessão de ideação onde todos os presentes são convidados a participar do desenho de um roadmap temático e contribuir assim para a construção de soluções concretas na mudança de paradigma das cidades portuguesas, voltada para uma cultura de inteligência urbana.
Os resultados destes workshops da “Smart Cities Tour 2017” serão apresentados no próximo mês de junho, na Conferência Internacional ZOOM Smart Cities, na qual participarão alguns dos mais importantes especialistas nacionais e internacionais em matéria de cidades inteligentes.

Incentivos ao Empreendedorismo em OLIVEIRA DE FRADES

Sessão de Informação do Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego 
decorreu no auditório do Museu Municipal  

No passado dia 10 de maio realizou-se, no auditório do Museu Municipal, uma Sessão de informação do Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego (SI2E). 

Este Sistema pretende apoiar pequenos investimentos empresariais de base local e complementar os atuais incentivos às empresas no domínio da competitividade. 

A sessão contou com a presença da Vereadora Elisa Ferraz de Oliveira que acolheu os participantes e, na alocução inicial, congratulou-se com o projeto, desejando que a sessão de informação fosse esclarecedora para todos os interessados e salientando a importância destes projetos para o desenvolvimento da atividade económica do concelho. 

Marcou, ainda, presença nesta sessão Maria Jorge Mendes, representante da CIM Viseu Dão Lafões e Alfredo Simões, Coordenador da ADDLAP que explicaram as especificidades do projeto, esclarecendo as dúvidas dos participantes. O SI2E é gerido a nível intermunicipal pela Comunidade Intermunicipal Viseu Dão Lafões (CIM Viseu Dão Lafões) e a nível local pelos Grupos de Ação Local (GAL), nomeadamente a ADDLAP – Associação de Desenvolvimento do Dão, Lafões e Alto Paiva.

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Município de Viseu celebra 14 novos contratos desportivos

Município de Viseu celebra 14 novos contratos desportivos
Mais mulheres, mais clubes, mais atletas e quatro novas modalidades são apoiadas em 2017, num investimento de quase 1,1 milhões de euros

O Presidente da Câmara Municipal de Viseu, Almeida Henriques, celebrou esta quinta-feira 14 novos contratos de desenvolvimento desportivo com instituições e clubes do concelho, num investimento global de 100 mil euros, dos quais quase 90 mil euros de incentivos financeiros e 10 mil de apoios indiretos (bens e serviços).
A assinatura dos contratos teve lugar no Pavilhão Cidade de Viseu.
Assim, estão celebrados para o ano de 2017 41 programas de desenvolvimento desportivo no concelho de Viseu, num investimento de quase 1,1 milhões de euros, dos quais 824 mil de incentivos financeiros, estando ainda em análise 8 candidaturas de associações e clubes.
“O Município de Viseu é consequente na sua aposta na promoção do desporto para todos, seja nas camadas de formação como nos atletas de alto rendimento, nas modalidades desportivas mais procuradas ou nas emergentes”, sublinha Almeida Henriques. “Com estes apoios damos força ao tecido desportivo local, à sua autonomia e profissionalização, com a preocupação de chegar a todo o concelho”, assinala. 
Estes acordos apoiam, de forma direta, a atividade desportiva regular e orientada (federada e não federada) de 3518 atletas (eram 3300 em 2016), em 22 modalidades desportivas (eram 18 em 2016). As freguesias rurais e periurbanas são quem mais conquista atletas apoiados: de 353 em 2016 serão, agora, de 463, num aumento de 31 por cento.
Estes contratos-programa traduzem um aumento de 25 por cento da participação de atletas do género feminino. Se em 2016 foram apoiadas 660 praticantes, em 2017 serão 823 atletas mulheres apoiadas.
Também os escalões de formação conhecem um incremento. Neste caso, de 10 por cento de praticantes, subindo de 2666 jovens para 2922.
“O programa municipal de fomento e apoio ao desporto é hoje mais robusto e mais inclusivo: chegamos a mais clubes, mais atletas, mais modalidades, mais freguesias e mais mulheres praticantes. Não nos limitamos a aumentar apoios, mas sobretudo a melhorar a cobertura e os resultados”, conclui Almeida Henriques.
Estes valores refletem apenas os atletas cuja atividade é apoiada através dos contratos-programa municipais, não refletindo toda a realidade desportiva do concelho.